Capa / Artigos / Artigo
 
 
Tamanho
   

Nós acreditamos na política

    
28/03/2013

Nós somos mulheres e somos homens; somos negros, índios, brancos, amarelos e somos #tudojuntoemisturado. Somos católicos, islâmicos, evangélicos, judeus, filhas e filhos de santos, agnósticos e ateus; somos homos e heteros; do litoral, do sertão, do cerrado, da floresta, dos pampas, do campo e da cidade. Enfim, somos Brasileiros!

Brasileiras e Brasileiros ansiosos por transformar o nosso país e o nosso mundo, acabar com a miséria e com a exploração do homem pelo homem. Queremos construir uma sociedade mais justa, humana e igualitária, onde prevaleça a cultura da paz.

A nossa militância é construída nas ruas, escolas, universidades, grupos culturais e esportivos, nas cooperativas, nos sindicatos. Somos forjados na luta, nos movimentos sociais, lutando por saúde, transporte, educação, trabalho, acessibilidade, democracia, transparência, liberdade de expressão e de culto, liberdade sexual, no combate às opressões. Na luta por igualdade de gênero e raça, por cultura e arte, por esporte, por informação. Fomos formados nas lutas contra o neoliberalismo, a corrupção e às guerras, sempre em defesa da #PAZ.

Lutamos por democracia, participação, pelos direitos da juventude, pelo nosso meio ambiente e por inclusão social. LUTAMOS PELO SOCIALISMO!

Somos jovens e filiados ao Partido Socialista Brasileiro!

Estamos consciente dos grandes desafios que vamos enfrentar, dos abusos que nossos adversários insistem em cometer, das mazelas que o capitalismo traz, que a ignorância fomenta e que a falta de amor proporciona. Mas não iremos nos calar.


Temos uma missão! E diversos companheiros e companheiras tombaram para que no dia de hoje nós pudéssemos nos expressar sem ser repreendidos.

Quando a Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados sofre um golpe, não é apenas o parlamento que sente o golpe: é o povo brasileiro. Mas não vamos nos deixar levar por fatos pontuais causados por energúmenos que ainda compõem nossa Casa de Leis.

Nossa luta é maior! É por essas e outras que ao invés de dizer que este ou aquele cidadão não me representa. Quero ressaltar quem me orgulha. São essas pessoas que merecem a nossa atenção e apoio, pois honram e dignificam o nosso mais nobre sentido da democracia.

Desta forma, queremos expressar nosso apoio, solidariedade e admiração a quem desde o 4 de setembro de 1990, decidiu abrir a “Vala de Perus”, e se hoje nós constituímos os instrumentos mínimos, tais como a Comissão da Verdade, para falar das atrocidades cometidas contra os direitos humanos, agradecemos a coragem e o pioneirismo da companheira Luiza Erundina. Que de forma corajosa construiu durante toda sua trajetória, pilares de sustentação pelos direitos dos menos favorecidos.

É por essa e outras razões que temos orgulho de dizer:

Direitos Humanos: Luiza Erundina me representa!

 

Autor: Socialistas
 
 
 
 
 
   
Copyright © 2011 Partido Socialista Brasileiro - PSB
SCLN 304, Bloco A, Sobreloja 01, Entrada 63